Central do Brasil (Brasil-1998)



 










O filme mostra a realidade do Brasil no final do século XX, caracterizando principalmente as condições de vida no subúrbio de uma cidade grande em um país subdesenvolvido. Uma realidade marcada pelas desigualdades sociais (competição pelo mercado de trabalho, luta pela sobrevivência, violência, analfabetismo, execução de menores, impunidade, corrupção, tráfico, assalto, suborno e desemprego).

Começa na estação de trem situada no subúrbio do Rio de Janeiro, um lugar chamado Central do Brasil, em que as pessoas podem chegar ou partir. Pessoas de todos os tipos e lugares que buscam de uma vida melhor, deixando a família em sua cidade natal.
A trama gira em torno de Dora e Josué.
Dora (Fernanda Montenegro), uma professora aposentada, sem valores, sem ética. Pensava apenas em sua sobrevivência aproveitando-se da ingenuidade de pessoas analfabetas, que acreditavam que ela escrevia e enviava as cartas, nas quais expressavam suas emoções e sentimentos, palavras doces, amargas, sinceras, simples e verdadeiras. Uma espécie de confessionário público, um depósito de intimidades e desejos. Mas
o que não sabem é que as cartas nunca chegam a ser enviadas.

Josué (Vinícius de Oliveira), um garoto pobre, de oito anos de idade, que sonha com uma viagem a região nordeste do país, para conhecer o pai.
 
Quando a mãe do menino morre atropelada, Dora resolve vendê-lo a traficantes de crianças, porém um sentimento de culpa faz com ela volte atrás, e ainda ajude Josué a encontrar seu verdadeiro pai.
À medida que vão entrando país adentro, estes dois personagens, tão diferentes, vão se aproximando... Começa então uma viagem fascinante ao coração do Brasil, à procura do pai desaparecido, e uma viagem profundamente emotiva ao coração de cada um dos personagens do filme.
Direção: Walter Salles
Elenco: Fernanda de Oliveira, Vinícius de Oliveira, Marília Pêra, Othon Bastos, Matheus Nachtergaele, Soia Lira, Otávio Augusto, Caio Junqueira e Stella Freitas.



 
Curiosidades
- Vinicius de Oliveira, um engraxate, superou mais de 1.500 jovens atores para o papel de Josué;
- Quando Fernanda Montenegro arrumava a Mesa na Central do Brasil, pessoas normais chegavam para ter suas cartas escritas por ela. Algumas dessas conversas reais foram incorporadas pelo diretor no filme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...