Carl Jung - Inconsciente Coletivo






"O mundo dos deuses e espíritos é 'nada mais' que o coletivo inconsciente dentro de mim."

 Jung descreveu dois níveis para a mente inconsciente.

O Primeiro, um pouco abaixo da consciência, chamou de Inconsciente Pessoal, contendo as lembranças, os impulsos, os desejos, as percepções e outras experiências da vida do indivíduo suprimidas ou esquecidas.

São agrupados em complexos que seriam padrões de emoções e de lembranças com temas comuns.
O indivíduo manifesta um complexo devido à preocupação com alguma idéia (inferioridade ou superioridade) que, por sua vez, influencia seu comportamento.
Assim, o complexo seria basicamente uma personalidade menor dentro da personalidade total.

Por não serem muito profundos, os incidentes ali armazenados podem facilmente vir para o nível consciente. 

Inconsciente Pessoal: local onde se armazena o que em algum momento foi consciente, mas que foi esquecido ou suprimido.

O Segundo seria um nível, abaixo do inconsciente pessoal, desconhecido para o indivíduo, chamado Inconsciente Coletivo.
Nele estariam armazenadas as experiências acumuladas das gerações anteriores, de nossos ancestrais, inclusive animais.
Essas experiências universais e evolutivas formam a base da personalidade.
São inconscientes.
O indivíduo não se lembra e nem as tem em imagens, como ocorre com as experiências contidas no inconsciente pessoal. 

Inconsciente Coletivo: nível mais profundo da psique que contém as experiências herdadas das espécies humanas e pré-humanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...