É Preciso



É preciso que a saudade machuque de verdade,
Que leve ao vento as lágrimas
Envoltas em pensamentos,

É preciso, que a ausência seja sentida... Doída
Que se relembre a partida
E se anseie o retorno,

É preciso sentir a inquietude do desejo
Que não cessa e arranca o sossego,

A vida assim, jamais cansa...
Renova-se na esperança!
Inoema Nunes Jahnke

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...