Tipos Psicológicos Jung




"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas,
Mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana."
(Carl Gustav Jung)


Jung desenvolveu uma teoria de tipificação, onde cada indivíduo foi caracterizado de acordo com sua orientação. Desta forma, as pessoas poderiam ser orientadas para o seu interior ou para o seu exterior.
Todo indivíduo é dotado de algum nível de atitude oposta, mas normalmente uma é mais forte do que a outra. Nenhum indivíduo é completamente extrovertido ou introvertido. Ambas, no entanto, se excluem de forma que não se pode manter as duas ao mesmo tempo. A atitude dominante, em algum momento específico, pode ser determinada pelas circunstâncias.

O Introvertido direciona a libido para o seu interior. Esse tipo de pessoa é pensativa, introspectiva e resistente às influências externas. Normalmente é mais inseguro que o extrovertido ao lidar com pessoas e situações.

O indivíduo Extrovertido libera a libido (a energia da vida) dentro dele, direcionando-as aos acontecimentos e às pessoas do mundo exterior. A pessoa desse tipo é bastante influenciada pela forças do ambiente, além de se mostrar sociável e confidente nas diversas situações.

As diferenças de personalidade são expressas não apenas por atitudes introvertidas ou extrovertidas, mas também por meio da função: o pensamento, o sentimento, a sensação e a intuição. 

O Pensamento é uma maneira opcional de elaborar julgamentos e tomar decisões. Está relacionado à verdade, com julgamentos derivados de aspectos não pessoais, lógicos e não subjetivos.
As pessoas que se encaixam na função do Pensamento, são reflexivas. Gostam de planejar e se prendem a suas idéias, planos e teorias, mesmo que por isso, sejam confrontados com idéias contrárias.

O Sentimento é o processo subjetivo de ponderação e de avaliação. As pessoas do tipo sentimento são orientadas para o aspecto emocional. Preferem emoções e experiências fortes e intensas, mesmo que negativas, a experiências que não tragam emoção. Os princípios não materiais são mais aceitos e valorizados pela pessoa sentimental. Para este tipo de indivíduo, tomar decisões deve ser de acordo com as idéias e julgamentos próprios, ao invés da lógica ou racionalidade.

A Sensação é a percepção consciente dos objetos físicos. Ela se refere ao que uma pessoa pode ver, tocar, cheirar, ouvir, e sentir materialmente. É a experiência direta, com detalhes, de fatos racionais, materiais e se sobrepõe sobre a dúvida ou a análise do que se experimenta.
Os indivíduos sensitivos tendem a ser imediatistas com resultados visíveis no momento, e sabem lidar, tranquilamente, com aspectos negativos. Em geral estão sempre prontos para o aqui e agora.

A Intuição envolve a percepção de maneira inconsciente, a partir de experiências já vividas e objetivos a serem alcançados. Os resultados das experiências são mais importantes para os intuitivos do que a própria experiência em si. Os intuitivos obtêm e decodificam os sinais e as informações rapidamente e relacionam, automaticamente, a experiência já vivida com o que pode ser usado na experiência atual.

De acordo com Jung, o pensamento e o sentimento são modos racionais de reação, por envolverem processos cognitivos de raciocínio e de julgamento. A sensação e a intuição são consideradas irracionais, não envolvem o uso da razão.

Dentro de cada par de funções, em determinado momento, apenas uma função é dominante.
A combinação das funções dominantes com a atitude dominante de extroversão ou introversão é que vai levar aos oito tipos psicológicos.

  • Pensamento extrovertido
  • Pensamento introvertido
  • Sentimento extrovertido
  • Sentimento introvertido
  • Sensação extrovertido
  • Sensação introvertido
  • Intuição extrovertido
  • Intuição introvertido

Todos temos uma função principal que é o modo como agimos na vida. É a nossa função superior. Está no nosso consciente.

A função oposta mostra aquilo que não gostamos de fazer, não temos jeito e sempre queremos que alguém faça para nós. É nossa função inferior, está no inconsciente.

Conhecer o tipo psicológico de uma pessoa e respeitar suas habilidades, vai ajudá-la a seguir sua natureza interna, colaborando para que se desenvolva plenamente, evitando que se torne insatisfeita ou neurótica.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...