Dia Internacional da Mulher



Mesmo brava, é linda;
Mesmo alegre, chora;
Mesmo tímida, comemora;
Mesmo apaixonada, ignora;
Mesmo frágil, é poderosa.

Aluisio Machado

Dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher

Desde o final do século 19, organizações femininas oriundas de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalho de aproximadamente 15 horas diárias e os salários medíocres introduzidos pela Revolução Industrial levaram as mulheres a greves para reivindicar melhores condições de trabalho e o fim do trabalho infantil, comum nas fábricas durante o período.

Desde 1975, O dia 8 de Março é comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.

Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens. A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women´s Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho.

O primeiro Dia Nacional da Mulher foi celebrado em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque numa manifestação em prol da igualdade econômica e política no país: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan Pão e Rosas, em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida. No ano seguinte, o Partido Socialista dos EUA oficializou a data como sendo 28 de fevereiro, com um protesto que reuniu mais de 3 mil pessoas no centro de Nova York e culminou, em novembro de 1909, em uma longa greve têxtil que fechou quase 500 fábricas americanas.Em 1908,

Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Ao criar esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional.

No Brasil, as movimentações em prol dos direitos da mulher surgiram em meio aos grupos anarquistas do início do século 20, que buscavam, assim como nos demais países, melhores condições de trabalho e qualidade de vida. A luta feminina ganhou força com o movimento das sufragistas, nas décadas de 1920 e 30, que conseguiram o direito ao voto em 1932, na Constituição promulgada por Getúlio Vargas. A partir dos anos 1970 emergiram no país organizações que passaram a incluir na pauta das discussões a igualdade entre os gêneros, a sexualidade e a saúde da mulher. Em 1982, o feminismo passou a manter um diálogo importante com o Estado, com a criação do Conselho Estadual da Condição Feminina em São Paulo, e em 1985, com o aparecimento da primeira Delegacia Especializada da Mulher.
Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.
 

 



Doce Guerreira

Tens a fibra de nunca desistir dos sonhos
... Tens a coragem de perseguir seus ideais
Carregas a força por entre teus lábios risonhos
Falas pelos teus olhos, transmite sinais

Concebes uma vida em teu corpo sem reclamação
Abdicas muitas vezes de teu próprio gosto
Como prova do teu amor sem limitação
Só deixando cair lágrimas de felicidade do teu rosto

Inspiras os melhores versos dos poetas
És, pelos homens, a coisa mais amada
Exalas o perfume da rosa e suas pétalas
Através de tua beleza sutil e delicada

És a fonte primária de toda a inspiração
Darás a luz ao maior amor que houver
Doce guerreira, do mais nobre coração
Teu nome é mulher.
Filipe Medon


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...