Primeiro de Abril – Dia da Mentira



Tudo começou com a mudança do calendário Juliano para o calendário Gregoriano.

O objetivo da mudança era fazer regressar o equinócio da primavera para o dia 21 de março e desfazer o erro de 10 dias existente na época, o que acontecia com o Calendário Juliano.

Atualmente, o Calendário Gregoriano é o calendário utilizado na maior parte dos países ocidentais. Foi promulgado pelo Papa Gregório XIII em 24 de Fevereiro do ano 1582.

O Papa Gregório XIII reuniu um grupo de especialistas para reformar o calendário Juliano e, passados cinco anos de estudos, foi elaborado o novo calendário, que foi sendo implantado lentamente em várias nações. Oficialmente o primeiro dia deste calendário foi 15 de Outubro de 1582.
Com isto,
·       Foram omitidos dez dias do calendário Juliano, deixando de existir os dias entre 5 a 14 de outubro de 1582. A bula ditava que o dia imediato à quinta-feira, 4 de outubro, fosse sexta-feira, 15 de outubro.
·       O Ano bissexto ocorre a cada quatro anos após o último ano bissexto. Os anos seculares só são considerados bissextos se forem divisíveis por 400. Desta forma a diferença (atraso) de três dias em cada quatrocentos anos observada no calendário Juliano desaparece. Deste modo o erro de um dia em cada cem anos seria evitado.
·       Corrigiu-se a medição do ano solar, o ano Gregoriano dura em média 365 dias, 5 horas, 49 minutos e 12 segundos, ou seja, 27 segundos a mais do que o ano trópico.
·       Cada ano novo começaria no dia em 1º de Janeiro.

Carlos IX, rei de França, determinou a adoção do calendário gregoriano, que mudava de 1º de abril para 1º de janeiro a data do primeiro dia do ano. Antes dessa mudança, a festa de ano novo era comemorada no dia 25 de março e terminava após uma semana de duração, ou seja, no dia primeiro de abril.

Algumas pessoas, não aceitaram tais mudanças e continuaram fazer a comemoração do ano novo na data antiga. Isso gerou motivo de chacota por parte das pessoas que concordaram com a adoção da nova data, que passaram a fazer brincadeiras com os radicais, enviando-lhes presentes estranhos ou convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries (piadas).

Aproximadamente duzentos anos mais tarde essas brincadeiras se espalharam por toda a Inglaterra e, conseqüentemente, para todo o mundo, ficando mais conhecida como o dia da mentira. Daí o surgimento do dia 1º de abril como dia da mentira.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day, "Dia dos Tolos de abril"; na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, literalmente "peixe de abril".

A brincadeira chegou ao Brasil por meio dos portugueses e hoje faz parte do nosso folclore. “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançou em 1º de abril de 1848, uma nota informando o falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. “A Mentira” saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Tudo faz crer que essas brincadeiras, originárias dos franceses, continuem sempre a existir, graças à eternidade das manifestações folclóricas no mundo inteiro.

Neste dia aquelas mentiras sem maldade e que não prejudicam ninguém estão liberadas. Pregar mentiras nesse dia é uma brincadeira saudável, porém o respeito e o cuidado devem ser lembrados, para que ninguém saia prejudicado.


Frases sempre ditas que nos levam a pensar que são uma grande mentira

·       A amizade é o que importa.
·       A inflação vai cair.
·       Amanhã o seu carro vai estar pronto.
·       Beleza e dinheiro não importam, e sim estar feliz.
·       Começo a dieta na segunda feira.
·       Dinheiro não traz felicidade.
·       Ela era virgem quando a conheci.
·       Essa roupa é a sua cara!
·       Esse carro nunca foi batido, só fica na garagem.
·       Está perfeito!
·       Estamos tratando da documentação
·       Estou sem troco, leve uma bala.
·       Estou te vendendo a preço de custo.
·       Eu estava passando por aqui e resolvi subir.
·       Eu juro que é verdade.
·       Eu liguei, mas ninguém atendeu.
·       Eu não pude evitar.
·       Eu não sou candidato.
·       Eu nem estava olhando.
·       Eu nem reparei que você usava peruca.
·       Eu só bebo socialmente.
·       Fique tranqüilo, vai dar tudo certo.
·       Isso é para o seu próprio bem.
·       Isso nunca aconteceu comigo.
·       Isto vai doer mais em mim do que em você.
·       Juro que não estava sabendo!
·       Não contém aditivos químicos.
·       Não é pelo dinheiro, é uma questão de princípios.
·       Não fui eu que contei.
·       Não nos procure, nós o procuraremos!
·       Não vou contar pra ninguém.
·       Nunca te traí!
·       O problema sou eu, não você.
·       O programa foi completamente testado e não tem erros.
·       O trabalho engrandece o homem!
·       Obrigado pelo presente, era exatamente o que eu estava precisando
·       Pague a minha parte que depois eu acerto.
·       Pode contar comigo!
·       Pode deixar que eu te ligo.
·       Pode ir que vou depois.
·       Puxa! Como você emagreceu!
·       Que bom que você já arrumou outra, estou feliz.
·       Que delícia a comida que você fez?
·       Que lindo é o seu bebê!
·       Satisfação garantida ou seu dinheiro de volta.
·       Somos apenas bons amigos.
·       Tudo o que é meu é seu.
·       Você está cada vez mais jovem!
·       Você sempre foi a única!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...