Se...




Se repentinamente eu quisesse...
Reviver as experiências da aurora,
Reexplorar as fantasias de outrora,
Reconhecer o encantamento do instante!

Se de repente eu pudesse...
Regressar ao ponto de partida
Reencontrar com pessoas longínquas
Reinventar o significado da saudade!

Se subitamente eu conseguisse...
Ressemear o jogo do contente,
Reverberar a luz da humanidade,
Reescrever o sentido da felicidade!

Se de modo súbito minha mente percebesse...
Que o SE pode ser um quase, um por pouco,
E tudo que é por um triz, não pode ser completo,
E o pleno nem sempre é perfeito, assim como a vida!
Por isso viva a vida incondicionalmente.

Juliana de Carvalho Machado
BH, 27/05/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...