As Coisas Não Ditas

Sem que eu soubesse,
As coisas não ditas haviam crescido
Como cogumelos venenosos nas paredes do silêncio,
Enquanto ele ficava acordado na cama,
Fitando o teto,
Com o branco dos olhos reluzindo na penumbra.

Se eu interrogava, o que você tem amor?
Ele respondia que não era nada,
Estava pensando no trabalho.

A gente sabia que era mentira,
Ele sabia que eu sabia,
Mas nenhum de nós rompeu aquele acordo sem palavras.

Nunca imaginei o mal que o roía.
Lya Luft

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...