Sábias Palavras - Mahatma Gandhi


Líder do movimento de independência indiana nascido em Porbandar, estado de Gujarat, cujos princípios religiosos da não-violência e a crença na santidade de todos os seres vivos, seguidos com sucesso em suas atividades políticas, o consagraram mundialmente. O título dado Mahatma, que significa alma grande,expressou o respeito e a veneração do povo indiano por seu líder.
Estudou no Samaldas College, em Bhavnagar, e direito na Universidade de Oxford, Inglaterra. Retornou à Índia (1891) e depois mudou-se para Natal, África do Sul, país com uma grande população de indianos, onde exerceu a advocacia (1893-1914) e deu início a sua luta localizada contra as injustiças e humilhações sofridas pelos indianos residentes.

·       A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência

·       O que mais me impressiona nos fracos é que eles precisam humilhar os outros, para sentirem-se fortes

·       A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitória propriamente dita

·       Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome

·       Creio na verdade fundamental de todas as grandes religiões do mundo. Creio que são todas concedidas por Deus e creio que eram necessárias para os povos a quem essas religiões foram reveladas. E creio que se pudéssemos todos ler as escrituras das diferentes fés, sob o ponto de vista de seus respectivos seguidores, haveríamos de descobrir que, no fundo, foram todas a mesma coisa e sempre úteis umas às outras

·       O amor é a força mais sutil do mundo

·       O amor nunca faz reclamações; dá sempre. O amor tolera; jamais se irrita e nunca exerce vingança

·       A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte

·       O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente

·       Quando alguém compreende que é contrário à sua dignidade de homem obedecer a leis injustas, nenhuma tirania pode escravizá-lo

·       As doenças são os resultados não só dos nossos atos, mas também dos nossos pensamentos

·       Deus responde à prece à sua própria maneira, não à nossa

·       Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo

·       Se eu pudesse deixar algum presente à você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos. A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo a fora. Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem. A capacidade de escolher novos rumos. Deixaria para você, se pudesse, o respeito aquilo que é indispensável. Além do pão, o trabalho. Além do trabalho, a ação. E, quando tudo mais faltasse, um segredo: o de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída

Sábias Palavras – Dalai Lama



Dalai Lama nasceu em 6 de julho de 1935, numa família de camponeses da pequena vila de Taktser, na província de Amdo, situada no nordeste do Tibet.

Seu nome era Lhamo Dhondup até o momento em que, com dois anos de idade, Sua Santidade foi reconhecido como sendo a reencarnação de seu predecessor, o 13º Dalai Lama, Thubten Gyatso. Os Dalai Lamas são tidos como manifestações de Avalokiteshvara ou Chenrezig, o Bodhisattva da Compaixão e patrono do Tibet.

Um Bodhisattva é um ser iluminado que adiou sua entrada no nirvana e escolheu renascer para servir à humanidade.

Começou sua educação monástica aos seis anos. O currículo consistia de cinco disciplinas maiores e cinco menores. As maiores são: lógica, arte e cultura tibetana, sânscrito, medicina e filosofia budista — e esta por sua vez se compõe de outras cinco categorias: Prajnaparamita, a perfeição da sabedoria; Madhyamika, a filosofia do Caminho do Meio; Vinaya, o cânone da disciplina monástica; Abhidharma, metafísica; e Pramana, lógica e epistemologia. As disciplinas menores são: poesia, música e teatro, astrologia, gramática e sinônimos. Aos 23 anos, fez seu exame final no Templo de Jokhang, em Lhasa, durante o o Festival Anual de Orações Mönlam. Foi aprovado com honras e recebeu o grau de Geshe Lharampa (título máximo, equivalente a um Doutorado em Filosofia 1ista). Em complemento a esses temas budistas, estudou inglês, ciências, geografia e matemática.

Dalai Lama freqüentemente diz: "Eu sou simplesmente um monge budista — nem mais nem menos." Ele realmente segue os preceitos da vida de um monge. Vivendo em uma pequena cabana em Dharamsala, levanta-se todos os dias às 4 horas da manhã para meditar, e cumpre uma atribulada agenda de encontros administrativos, audiências particulares, ensinamentos e cerimônias religiosas. Conclui o dia, sempre, com orações. Ao revelar as suas maiores fontes de inspiração, ele normalmente cita seus versos favoritos, encontrados nos escritos do reconhecido santo budista Shantideva:

Enquanto o espaço existir, enquanto seres humanos permanecerem, devo eu também permanecer para dissipar a miséria do mundo.

·       Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto, hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver

·       A mais profunda raiz do fracasso em nossas vidas é pensar, 'Como sou inútil e fraco'. É essencial pensar poderosa e firmemente, 'Eu consigo', sem ostentação ou preocupação

·       O período de maior ganho em conhecimento e experiência é o período mais difícil da vida de alguém

·       Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar

·       Seja a mudança que você quer ver no mundo

·       Determinação coragem e auto confiança são fatores decisivos para o sucesso.
Se estamos possuídos por uma inabalável determinação conseguiremos superá-los.
Independentemente das circunstâncias,devemos ser sempre humildes,recatados e despidos de orgulho

·       É engraçado como depositamos tanta confiança e tanto sentimento nas pessoas. Em pessoas que achávamos conhecer, mas, que no fim, só mostraram ser iguais a todos. E por esperar demais, sonhar demais, criar expectativas demais, sempre acabamos nos decepcionando e nos machucando cada vez mais

·       Algumas pessoas têm amor por você, outras têm raiva. O que sentem nem sempre depende de seu comportamento. As reações delas às vezes são justas, outras vezes são injustas. Dê sem contabilizar. E esteja atento às necessidades delas

·       O que mais surpreende é o homem, pois perde a saúde para juntar dinheiro, depois perde o dinheiro para recuperar a saúde. Vive pensando ansiosamente no futuro, de tal forma que acaba por não viver nem o presente, nem o futuro. Vive como se nunca fosse morrer e morre como se nunca tivesse vivido

·       Olhe para a pessoa que lhe causa aborrecimento e tire proveito da oportunidade para controlar a própria ira e desenvolver a compaixão. Entretanto, se o aborrecimento for muito grande ou se você achar a pessoa tão desagradável que seja impossível agüentá-la, talvez seja melhor sair correndo

·       Se descobrirmos que não podemos ajudar os outros, o mínimo que podemos fazer é desistir de prejudicá-los

·       Violência não é um sinal de força, a violência é um sinal de desespero e fraqueza

·       Só exitem 2 dias no ano em que não podemos fazer nada. Um se chama ontem e o outro amanhã

·       As criaturas que habitam esta terra
em que vivemos, sejam elas seres
humanos ou animais, estão aqui para
contribuir, cada uma com sua
maneira peculiar, para a beleza
e a prosperidade do mundo

·       Esta é minha simples religião.
Não há necessidade de templos;
Não há necessidade de filosofia complicada.
Nosso próprio cérebro, nosso próprio coração, é nosso templo;
A filosofia é a bondade

·       Orar não é o mais importante. Importante é praticar a caridade e o amor, mesmo para uma pessoa que não seja religiosa

·       Se a criança não receber a devida atenção, em geral, quando adulta, tem dificuldade de amar seus semelhantes

·       Neste mundo não existe verdade universal. Uma mesma verdade pode apresentar diferentes fisionomias. Tudo depende das decifrações feitas através de nossos prismas intelectuais, filosóficos, culturais e religiosos

·       Minha ignorância, meus apegos, meu desejo, meus ódios! Eis aí, na verdade, meus inimigos

·       Mesmo que tenham filosofias diferentes, as religiões defendem valores semelhantes para a conduta ética e trazem a mesma mensagem de amor, compaixão e perdão

·       Ao sermos bondosos com o outro,
Podemos aprender a ser menos egoístas:
Ao compartilharmos o sofrimento alheio,
Desenvolvemos maior preocupação pelo bem-estar de todas as criaturas.
Esse é o ensinamento Básico

Quando Eu Não Estiver Mais Aqui...


Quando eu não estiver mais aqui,
Eu serei uma estrela,
Serei o mar e as suas ondas,
A luz do sol e a tempestade,
O seu caminho, a chuva e o vento,
O perfume das flores,
A brisa do deserto,
Serei o seu sorriso, as suas lágrimas,
Os seus sonhos, a sua noite, o seu abraço.
Estarei no seu coração para te dizer
– Eu te amo!

Quando eu não estiver mais aqui,
Olhe para as crianças.
E verá o meu cabelo,
O meu sorriso,
Os meus olhos,
A minha boca.

Quando eu não estiver mais aqui,
As flores crescerão normalmente,
Sinta o seu perfume,
O aroma da relva molhada,
O orvalho da manhã,
Olhe para o céu, para a lua.
Os pássaros voarão livremente.
As pessoas nem sentirão a minha ausência,
Elas seguirão os seus caminhos
Felizes, ou infelizes
Só depende delas.

E eu terei somente uma certeza.
De que estive aqui sempre ao seu lado,
E fui muito feliz.

Nunca deixe de amar e de viver.
E eu estarei sempre contigo,
No seu coração.
Autor Desconhecido

Na própria pele



Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
É me sentir confortável,
Mesmo convivendo com tantas perguntas que o tempo não respondeu
E com a ausência de qualquer garantia de que ele ainda responda.
É me sentir confortável,
Mesmo entendendo que as respostas que tenho mudarão,
Como tantas já mudaram,
E que também mudarei,
Como eu tanto já mudei.

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
É me sentir confortável,
Mesmo sentindo que cada vez mais eu sei cada vez menos,
E não saber,
Ao contrário do que já acreditei,
Pode nos fazer vislumbrar uma liberdade incrível, às vezes.
Tem saber que é nítida sabedoria, que fortalece, que faz clarear,
Mas tem saber que é apenas controle disfarçado,
Artifício do medo, armadilha da dona auto-sabotagem.

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
É me sentir confortável,
Mesmo percebendo que a minha vida
Não tem lá tanta semelhança com o enredo que eu imaginei para ela
Na maior parte da jornada
E que nem por isso é menos preciosa.
É me sentir confortável,
Cabendo sem esforço e com a fluidez que eu souber,
Na única história que me é disponível,
Que é feita de capítulos inéditos, e que não está concluída:
Esta que me foi ofertada
E que, da forma que sei e não sei,
Eu vivo.

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
É me sentir confortável,
Mesmo acessando, vez ou outra,
Lugares da memória que eu adoraria inacessíveis,
Tristezas que não cicatrizaram,
Padrões que eu ainda não soube transformar,
Embora continue me empenhando para conseguir.
É me sentir confortável,
Mesmo sentindo uma saudade imensa de uma pátria,
Aparentemente utópica,
Onde os seus cidadãos tenham ternura, respeito e bondade,
Suficientes, para ajudar uns aos outros na tecelagem da paz
E no desenho do caminho.

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
Estarmos na nossa própria pele não é fácil
E essa percepção é capaz de nos humanizar o bastante
Para nos aproximarmos com o coração
Do entendimento do quanto também não seria fácil estarmos na pele de nenhum outro.
Por maiores que sejam as diferenças,
As singularidades de enredo,
As particularidades de cenário,
Não nos enganemos:
Toda gente é bem parecida com toda gente.
Toda gente é promessa de florescimento,
Anseia por amor,
Costuma ter um medo absurdo
E se atrapalhar à beça nessa vida sem ensaio.

Depois de tantas buscas, encontros, desencontros,
Acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável,
O máximo que eu puder, estando na minha própria pele.
É me sentir confortável o suficiente
Para cada vez mais encarar os desconfortos todos fugindo cada vez menos,
Sabendo que algumas coisas simplesmente são como são,
E que eu não tenho nenhuma espécie de controle
Com relação ao que acontecerá comigo no tempo do parágrafo seguinte,
Da frase seguinte,
Da palavra seguinte.
É me sentir confortável o suficiente para caminhar pela vida
Com um olhar que não envelhece,
Por mais que eu envelheça,
E um coração corajoso,
Carregado de brotos de amor.
Ana Jácomo

Viva com paixão!



Saia de casa só pelo gosto de caminhar.
Sorria para todos.
Faça um álbum de família.
Conte estrelas.
Telefone para os seus amigos.
Diga : gosto muito de você!
Converse com Deus.
Volte a ser criança. Pule corda. Apague de vez a palavra rancor.
Diga sim.
Dê uma boa risada!
Leia um livro.
Peça ajuda.
Corra.
Cumpra uma promessa.
Cante uma canção.
Lembre o aniversário de seus amigos.
Ajude algum doente.
Pule para se divertir.
Mude de penteado.
Esteja disponível para escutar.
Deixa seu pensamento viajar.
Retribua um favor.
Termine aquele projeto.
Quebre uma rotina.
Tome um banho de espuma.
Escreva uma lista de coisas que lhe dão prazer.
Faça uma visita.
Sonhe acordado.
Desligue o televisor e converse.
Permita-se errar.
Retribua uma gentileza.
Escute os grilos.
Agradeça a deus pelo Sol.
Aceite um elogio.
Perdoe-se...
Deixe que alguém cuide de você.
Demonstre que está feliz.
Faça alguma coisa que sempre desejou.
Toque a ponta dos pés.
Olhe com atenção uma flor.
Só por hoje, evite dizer não posso.
Cante no chuveiro.
Viva intensamente cada minuto de Deus.
Inicie uma tradição familiar.
Faça um piquenique no quintal.
Não se preocupe.
Tenha a coragem das pequenas coisas.
Ajude um vizinho idoso.
Afague uma criança.
Reveja fotos antigas.
Escute um amigo.
Feche os olhos e imagine as ondas do mar.
Brinque com sua mascote.
Permita-se brilhar.
Dê uma palmadinha nas suas próprias costas.
Torça pelo seu time.
Pinte um quadro.
Cumprimente um novo vizinho.
Compre um presente para você mesmo.
Mude alguma coisa.
Delegue tarefas.
Diga bem vindo a quem chegou.
Permita que alguém o ajude.
Agradeça!
Saiba que não está só.
Decida-se a viver com ‘paixão’
Sem ela
Nada de grande se consegue
 Autor Desconhecido

Oswaldo Montenegro – Leo e Bia




No centro de um planalto vazio
Como se fosse em qualquer lugar
Como se a vida fosse um perigo
Como se houvesse faca no ar

Como se fosse urgente e preciso
Como é preciso desabafar
Qualquer maneira de amar varia
E Léo e Bia souberam amar

Como se não fosse tão longe
Brasília de Belém do Pará
Como castelos nascem dos sonhos
Pra no real, achar seu lugar

Como se faz com todo cuidado
A pipa que precisa voar
Cuidar de amor exige mestria
E Léo e Bia souberam amar


Solidão – Chico Buarque



Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo...
Isto é carência!

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...
Isto é saudade!

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes para realinhar os pensamentos...
Isto é equilíbrio!

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente...
Isto é um princípio da natureza!

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto e circunstância!

Solidão é muito mais do que isto...
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.
Chico Buarque de Holanda

Sorte e Escolhas Bem Feitas



Pessoas consideradas inteligentes dizem que a felicidade é uma idiotice, que pessoas felizes não se deprimem, não têm vida interior, não questionam nada, são uns bobos alegres, enfim, que a felicidade anestesia o cérebro.

Eu acho justamente o contrário: cultivar a infelicidade é que é uma burrice. O que não falta nessa vida é gente sofrendo pelos mais diversos motivos: ganham mal, não têm um amor, padecem de alguma doença, sei lá, cada um sabe o que lhe dói.

Todos trazem uns machucados de estimação, você e eu inclusive. No que me diz respeito, dedico a meus machucados um bom tempo de reflexão, mas não vou fechar a cara, entornar uma garrafa de uísque e me considerar uma grande intelectual só porque reflito sobre a miséria humana. Eu reflito sobre a miséria humana e sou muito feliz, e salve a contradição.

Felicidade depende basicamente de duas coisas: sorte e escolhas bem feitas.

Tem que ter a sorte de nascer numa família bacana, sorte de ter pais que incentivem a leitura e o esporte, sorte de eles poderem pagar os estudos pra você, sorte por ter saúde. Até aí, conta-se com a providência divina. O resto não é mais da conta do destino: depende das suas escolhas.

Os amigos que você faz, se optou por ser honesto ou ser malandro, se valoriza mais a grana do que a sua paz de espírito, se costuma correr atrás ou desistir dos seus projetos, se nas suas relações afetivas você prioriza a beleza ou as afinidades, se reconhece os momentos de dividir e de silenciar, se sabe a hora de trocar de emprego, se sai do país ou fica, se perdoa seu pai ou preserva a mágoa pro resto da vida, esse tipo de coisa.

A gente é a soma das nossas decisões, todo mundo sabe. Tem gente que é infeliz porque tem um câncer. E outros são infelizes porque cultivam uma preguiça existencial. Os que têm câncer não têm sorte. Mas os outros, sim, têm a sorte de optar. E estes só continuam infelizes se assim escolherem.
Martha Medeiros

Sábias Palavras – Confúcio



Confúcio nasceu em 551 a.C. e morreu em 479 a.C. Pensador e filósofo chinês do Período das Primaveras e Outonos. Os princípios de Confúcio tinham uma base nas tradições e crenças chinesas comuns. Favorecia uma lealdade familiar forte, veneração dos ancestrais, respeito para com os idosos pelas suas crianças e a família como a base para um governo ideal. Estes valores ganharam relevo na China sobre outras doutrinas, como o legalismo e o taoismo durante a Dinastia Han. Seus pensamentos foram desenvolvidos num sistema filosófico conhecido por confucionismo, compilados nos Analectos de Confúcio, obra tão importante para os orientais quanto a Bíblia é para os ocidentais. O livro é um dos poucos registros confiáveis sobre os ensinamentos de Confúcio e é composto por diversos aforismos que o pensador chinês deixou como legados aos seus discípulos e admiradores.

·       Há homens que perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido

·       Serenidade é o princípio e o fim de todas as coisas

·       De nada vale tentar ajudar aqueles que não se ajudam a si mesmos

·       A maior glória não é ficar de pé, mas levantar-se cada vez que se cai

·       Aja antes de falar e, portanto, fale de acordo com os seus atos

·       Ainda não vi ninguém que ame a virtude tanto quanto ama a beleza do corpo

·       Se queres prever o futuro, estuda o passado

·       A preguiça anda tão devagar, que a pobreza facilmente a alcança

·       O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros

·       O silêncio é um amigo que nunca trai

·       Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha

·       Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas

·       A humildade é a única base sólida de todas as virtudes

·       De nada vale tentar ajudar aqueles que não se ajudam a si mesmos

·       Quem não sabe o que é a vida, como poderá saber o que é a morte?

·       Conta-me o teu passado e saberei o teu futuro

·       Todos os homens se nutrem, mas poucos sabem distinguir os sabores

·       É mais fácil vencer um mau hábito hoje do que amanhã

·       A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros

·       Para onde quer que fores, vai todo, leva junto teu coração

·       Não te suponhas tão grande ao ponto de pensares ver os outros menores que ti

·       Não corrigir as próprias falhas é cometer a pior delas

·       Eu escuto e esqueço. Vejo e lembro. Faço e entendo

·       A ignorância é a noite da mente, uma noite sem estrelas e sem lua

·       Não são as más ervas que sufocam o grão, é a negligência do cultivador

·       Para vencer na vida, exija muito de si e pouco dos outros

Sábias Palavras - Albert Einstein



"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor...
Lembre-se.
Se escolher o mundo ficará sem o amor,
Mas se escolher o amor
Com ele você conquistará o mundo."

"Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana.
Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta."

"A imaginação é mais importante que o conhecimento."

"A realidade é meramente uma ilusão apesar de ser uma ilusão muito persistente."

"O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, mas sim por àquelas que permitem a maldade."

"Dificuldades e obstáculos são fontes valiosas de saúde e força para qualquer sociedade."

"Os problemas significativos que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que estávamos quando os criamos."

"A distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão teimosamente persistente."

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências.
O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada."

"Pessoas sábias falam sobre idéias,
Pessoas comuns fala sobre eventos
E pessoas medíocres falam sobre pessoas!"

"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro."

"Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado."

"Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a influência libertadora da beleza do reino do espírito, para seu próprio prazer pessoal e para proveito da comunidade à qual seu futuro trabalho pertencer."

"O que é significativo na existência de cada um é algo de que dificilmente temos consciência e não deve seguramente incomodar os outros.
O que sabe um peixe acerca da água na qual nada durante toda a vida?"

"A amargura e a doçura vêm do exterior,
As dificuldades do interior, dos nossos próprios esforços.
Na maior parte das vezes faço as coisas que a minha própria natureza me compele a fazer. É embaraçador ganhar tanto respeito e amor por isso.
Também me foram atiradas setas de ódio, mas nunca me atingiram, porque de algum modo pertencem a outro mundo, com o qual não tenho qualquer tipo de ligação.
Vivo naquela solidão que é penosa na juventude, mas deliciosa nos anos de maturidade."

"Meço o valor de um homem pela medida em que ele se liberta de seu próprio eu."


De aluno medíocre a gênio, ganhador de Premio Nobel de Física

Filho de judeus, Albert Einstein nasceu na Alemanha, na pequena cidade de Ulm, no dia 14 de março, em 1.879. Considerado aluno medíocre em sua infância, após ingressar na instituição de ensino Luitpold Gymnasium, aos doze anos é considerado um gênio da matemática. Aos 16 anos abandona a religião judaica e, assim, liberta-se de todo e qualquer tipo de dogma e imposição ideológica.

Em 1.900, aos 21 anos, consegue graduar-se no Instituto Politécnico de Zurich, com as mais altas notas.

Em 1.905, publica “Annalen der Physik”, trabalhos sobre eletrodinâmica, as dimensões moleculares, equivalência entre a massa inerte e a energia, o fenômeno fotoelétrico e os primeiros esboços sobre a Teoria da Relatividade, que anunciava o fato do movimento ser relativo aos corpos no espaço, visto que este carece de dimensões e limites e é igualmente relativo. Posteriormente Einstein aplica a teoria da relatividade ao tempo.

Em seguida investiga o processo massa-energia, reduzindo ambas a uma só, mediante a sua conhecida fórmula E=mc². Seus estudos e questionamentos supõem o princípio da teoria atômica e da energia nuclear.

Em 1.909, começa a trabalhar como professor da Universidade de Zurich, atividade que logo desenvolveu em Praga e Berlin.

Em 1.914, é nomeado professor da Academia Prussiana de Ciências e diretor do Kaiser Wihelm Institut.

Em 1.921, recebe o Prêmio Nobel de Física e, em 1.933, perseguido pelo regime nazista como judeu e intelectual, deixa a Alemanha e parti para os EUA, onde vive em meio a leituras e estudos, ocupando o tempo ocioso com seu violino e colaborando com revistas científicas até 18 de abril de 1955, vindo a falecer em conseqüência de uma ruptura de um aneurisma da aorta abdominal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...