Louvor do Revolucionário



Quando a opressão aumenta
Muitos se desencorajam
Mas a coragem dele cresce.
Ele organiza a luta
Pelo tostão do salário,
Pela água do chá
E pelo poder no Estado.

Pergunta à propriedade:
De onde você vem?
Pergunta às opiniões:
A quem aproveita?

Onde quer que todos calem
Ali falará ele
E onde reina a opressão
E se fala do Destino
Ele nomeará os nomes.

Onde se senta à mesa
Senta-se a insatisfação à mesa
A comida se estraga
E se reconhece que o quarto é acanhado.

Pra onde quer que o expulsem,
Para lá vai a revolta,
E de onde é escorraçado
Fica ainda lá o desassossego.
Bertold Brecht

Nunca te Amei Tanto



Nunca te amei tanto, ma soeur,
Como quando de ti parti naquele pôr-de-sol.
O bosque engoliu-me, o bosque azul, ma soeur,
Sobre que já pousavam as estrelas pálidas a oeste.

Não me ri nem um pouco, nada, ma soeur,
Eu que a brincar ia ao encontro dum destino escuro
Enquanto os rostos já atrás de mim
Devagar empalideciam no anoitecer do bosque azul.

Tudo era belo naquele anoitecer único, ma soeur,
Nunca mais depois e nunca antes assim
Verdade é: só me ficaram as grandes aves
Que ao anoitecer têm fome no céu escuro.
Bertold Brech 

Canção da Inocência Perdida


O que a minha mãe dizia
Não pode ser bem verdade:
Que uma vez emporcalhada
Nunca passa a sujidade.

Se isto não vale pra a roupa
Também não vale pra mim.
Que o rio lhe passe por cima
Breve fica branca, assim.

Como qualquer pataqueira
Aos onze anos já pecava.
Mas só ao fazer quatorze
O meu corpo castigava.

A roupa já estava parda,
No rio a fui mergulhar.
No cesto está virginal
Como sem ninguém lhe tocar.

Sem ter conhecido algum
Já eu tinha escorregado.
Fedia aos Céus,
Como uma Babilônia de pecado.

A roupa branca no rio
Enxaguada à roda, à roda,
Sente que as ondas a beijam:
Volta-me a brancura toda.

Quando o primeiro me amou
Abracei-o eu também.
Senti no ventre e no peito
Ir-se a maldade pra além.

Assim acontece à roupa
E a mim acontecerá.
A água corre depressa,
Sujidade diz: Vem cá!

Mas quando os outros vieram
Um ano mal começou.
Chamaram-me nomes feios,
Coisa feia agora sou.

Com poupanças e jejuns
Nenhuma mulher se acalma.
Roupa guardada na arca,
Na arca se não faz alva.

E veio depois um outro
No ano que se seguiu.
Vi que me fazia outra
Com o tempo que fugiu.

Mete-a na água e sacode-a!
Há sol, cloreto e vento!
Usa-a, dá-a de presente:
Fica fresquinha a contento.

Bem sei: Muito pode vir
Até que nada, por fim, fica.
Só quando ninguém a usa
A roupa se sacrifica.

E uma vez que apodreça
Nenhum rio a embranquece.
Leva-a consigo em farrapos.
Um dia assim te acontece.
Bertold Brecht

De que Serve a Bondade

De que serve a bondade
Quando os bondosos são logo abatidos,
Ou são abatidos aqueles para quem foram bondosos?

De que serve a liberdade
Quando os livres têm que viver entre os não-livres?

De que serve a razão
Quando só a sem-razão
Arranja a comida de que cada um precisa?

Em vez de serdes só bondosos,
Esforçai-vos por criar uma situação que torne possível a bondade,
E melhor;
A faça supérflua!

Em vez de serdes só livres,
Esforçai-vos por criar uma situação que a todos liberte
E também o amor da liberdade
Faça supérfluo!

Em vez de serdes só razoáveis,
Esforçai-vos por criar uma situação
Que faça da sem-razão dos indivíduos
Um mau negócio!
Bertold Brecht

O Cordão Partido



O cordão partido pode ser novamente atado
Ele segura novamente,
Mas está roto.

Talvez nos encontremos de novo,
Mas, ali onde você me deixou
Não me achará novamente.
Bertold Brech
 

A Arte de Viver


A felicidade e a liberdade
Começam com a clara compreensão de um princípio:
Algumas coisas estão sob nosso controle,
E outras não estão.

Só depois de aceitar essa regra fundamental
E aprender a distinguir
Entre o que podemos controlar
E o que não podemos controlar
É que a tranqüilidade interior
E a eficácia exterior
Tornam-se possíveis.

Sob nosso controle estão nossas opiniões, aspirações, desejos
E a decisão sobre as coisas que nos causam repulsa
Ou nos desagradam.

Essas áreas são justificadamente da nossa conta
Porque estão sujeitas à nossa influência direta.

Temos sempre a possibilidade de escolha
Quando se trata do conteúdo e da natureza da nossa vida interior.

Fora de nosso controle, entretanto,
Estão coisas como o tipo de corpo que temos,
Se nascemos ricos
Ou se tiramos a sorte grande e enriquecemos de repente,
A maneira como somos vistos pelos outros
Ou qual é nossa posição na sociedade.

Devemos lembrar que essas coisas são externas e, portanto,
Não dependem de nós.

Tentar controlar ou mudar o que não podemos
Só resulta em aflição e angústia.

As coisas sob o nosso poder estão naturalmente à nossa disposição,
Livres de qualquer restrição ou impedimento.
As que não estão, porém,
São frágeis,
Sujeitas a dependência
Ou determinadas pelos caprichos ou ações dos outros.

Lembre-se também do seguinte:
Se você achar que tem domínio total sobre coisas
Que estariam, naturalmente, fora do seu controle...
Sua busca será distorcida
E você se tornará uma pessoa frustrada, ansiosa
E com tendência para criticar os outros.
Epicteto

Sobre a Felicidade


"Não é ser feliz que é difícil,
O difícil é se sentir feliz!" 
Cristina Corradi 
Não é ser feliz que é difícil.
Ser feliz é a mesma emoção que temos desde o nosso nascimento,
Quando éramos crianças,
Que recebíamos algo,
Ou que compartilhávamos momentos.
A sensação de alegria e de contentamento
Era o mesmo que sentimos hoje ao termos o que tanto queremos.

A maior questão não é a felicidade,
Mas os nossos referenciais sobre o que significa ser feliz,
Ou se sentir bem na vida.

Quanto mais procuramos razões para nos sentirmos felizes,
Mais a felicidade ficará longe de nós.
Estará sempre situada em um sonho no futuro sempre esperado.
Raramente fará parte de um viver feliz e realizado no dia presente
Em cada momento vivido.

Mude seus conceitos sobre o que é ter felicidade,
Do que é se sentir feliz.
E sentirá essa mesma emoção de antes.
Ai sim,
Será sempre feliz de verdade!
Raquel Free

Viva No Presente



Se você vive pensando muito no futuro
Ou sempre recordando do passado
É sinal que não está sabendo aproveitar o momento presente.

Um presente bem vivido
Dispensa qualquer futuro,
Elimina qualquer passado.
Raquel Free

Sobre o Amor



O amor sempre será um estado natural a caminho de uma evolução.
Convivendo, aprendendo, compartilhando.
Sempre a expressar emoções, sentimentos.
Não importando de quem os sentem, ou o seu nível mental.

Se um humano sai desse caminho ao expressar um ódio pelo seu próximo
Ou todo um olhar e ternura no comportamento de um ser irracional
O caminho de uma constante evolução
Sempre será todo o sentimento de um amoroso e sincero coração
Raquel Free

Envelhecer



Que os anos que passam,
Não nos tire a beleza de uma simples e sincera gentileza.

Que teus olhos ainda brilhem ao encarar os meus.
Que o medo da perda, tenha ficado na estrada da vida.

Todo amor ao longo da nossa vida já nos eternizou.
Você, eu e todo nosso amor.

Que bom que as rugas não atrapalham nenhum dos nossos sorrisos.
Ao contrário, elas acentuam nos nossos lábios todo o nosso brilho.
Raquel Free

Eu Sou De Um Outro Tempo...


Eu sou de um tempo onde a consideração valia bem mais que dinheiro!
Amigos, família, vizinhos, os nossos companheiros de trabalho,
Eram muito mais valiosos, que qualquer outra coisa.
A amizade e o amor deles
Valiam mais que eventuais obtenções de algo,
Por passar por cima desse amor e de toda nossa amizade.

Nunca valeria a pena abdicar de pessoas e de seus amores,
Por dinheiro, status, promoções
Ou qualquer outra coisa aparentemente vantajosa.

Eu me recuso a viver dentro desse mundo de ambições!
Da falta de respeito e consideração pelo nosso próximo.
As pessoas estão se tornando ricas e solitárias...
Abastadas e sem nada para compartilhar com quem precisa.

Mundo rico e abastado...
Mundo triste e feio...
Repleto de pessoas solitárias...
Raquel Free

Um Novo Dia...



Um novo dia que desponta...
Toda uma vida se renovando.
Estamos novamente, no começo de tudo.

De tentarmos novamente,
Sem as lembranças do passado.
Errando ou acertando...mas sempre tentando!

Estamos agora de corpo e alma nesse presente.
Junto com toda uma natureza que se transforma
Nossa alma também que se renova.

É um novo dia que amanhece em toda a sua beleza.
É um coração recém chegado a vida que acorda.
É esse novo dia...
É o nosso coração
É mais esse novo dia,
Com toda a sua emoção.
Raquel Free

Coisas Que a Vida Ensina


Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.

Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados,
Mandados à terra por Deus
Para mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz,
Não com o que você diz.

As pessoas que falam dos outros pra você,
Vão falar de você para os outros.

Perdoar e esquecer nos torna mais jovem.

Água é um santo remédio.

Deus inventou o choro para o homem não explodir.

Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.

Não existe comida ruim,
Existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.

Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.

Amigos de verdade nunca te abandonam.

O carinho é a melhor arma contra o ódio.

As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.

Há poesia em toda a criação divina.

Deus é o maior poeta de todos os tempos.

A música é a sobremesa da vida.

Acreditar, não faz de ninguém um tolo.
Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.

De tudo,
O que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.

Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas,
Chaves que abrem portas para uma vida melhor

O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
Destrói preconceitos,
Cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado
E vive a vida mais alegremente...
Artur da Távola

Mensagem de Chico Xavier


O que eu tenho não me pertence, embora faça parte de mim.
Tudo o que sou me foi um dia emprestado pelo Criador
Para que eu possa dividir com aqueles que entram na minha vida.

Ninguém cruza nosso caminho por acaso
E nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão.
Há muito o que dar e o que receber;
Há muito o que aprender, com experiências boas ou negativas.

Tente ver as coisas negativas que acontecem com você
Como algo que aconteceu por uma razão precisa.
E não se lamente pelo ocorrido;
Além de não servir de nada reclamar,
Isso vai te vendar os olhos,
Dificultando assim, continuar seu caminho.

Quando não conseguimos tirar da cabeça que alguém nos feriu,
Estamos somente reavivando a ferida,
Tornando-a muitas vezes bem maior do que era no início.
Nem sempre as pessoas nos ferem voluntariamente.
Muitas vezes somos nós que nos sentimos feridos
E a pessoa nem mesmo percebeu;
E nos sentimos decepcionados
Porque aquela pessoa não correspondeu às nossas expectativas.
E sabemos lá quais eram as nossas expectativas?

Decepcionamo-nos e decepcionamos outras pessoas também.
Mas, claro,
É bem mais fácil pensar nas coisas que nos atingem.
Quando alguém te disser que te magoou sem intenção,
Acredite nela!
Vai te fazer bem.
Assim, talvez,
Ela poderá entender quando você, sinceramente,
Disser que "foi sem querer".

Dê de você mesmo o quanto puder!
Sabe, quando você se for,
A única coisa que vai deixar é a lembrança do que fez aqui.
Seja bom,
Tente dar sempre o primeiro passo para a reconciliação,
Nunca negue uma ajuda ao seu alcance,
Perdoe e dê de você mesmo.

Seja uma bênção a todos que o cercam!
Deus não vem em pessoa para abençoar,
Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.

Todos nós podemos ser Anjos.
A eternidade está em nossas mãos.
Viva de maneira honrada, para que, quando envelhecer,
Você possa falar só coisas boas do passado
E sentir assim, prazer uma segunda vez ...
E ter a certeza de que quando você se for,
Muito de você ainda fique
Naqueles que tiveram a boa ventura de te encontrar.



Um Minuto


Um minuto serve para você sorrir.
Sorrir para o outro, para você e para a vida.
Um minuto serve para você ver o caminho,
Olhar a flor, sentir o cheiro da flor,
Sentir a grama molhada, notar a transparência da água.
Basta um minuto para você avaliar a imensidão do infinito,
Mesmo sem poder entendê-lo.
 
Em um minuto apenas,
Você ouve o som dos pássaros que não voltam mais.
Um minuto serve para você ouvir o silêncio,
Ou começar uma canção.

É num minuto que você dará o sim que modificará sua vida…
E basta um minuto para você apertar a mão de alguém
E conquistar um novo amigo.

Em um minuto você pode...
Sentir a responsabilidade pesar em seus ombros,
A tristeza da derrota,
A amargura da incerteza,
O gelo da solidão,
A ansiedade da espera,
A marca da decepção
A alegria da vitória…
Quanta vitória se decide num simples minuto!

Num único minuto você pode...
Amar, buscar, compartilhar, perdoar, esperar, crer, vencer, e ser…
Num simples minuto você pode salvar a sua Vida…
Num pequeno minuto você pode incentivar alguém ou desanimá-lo!
Basta um minuto para você recomeçar a reconstrução de um lar
Ou de uma vida.

Basta um minuto de atenção
Para você fazer feliz o filho, o aluno, o professor, o semelhante…

Basta um minuto para você entender
Que a eternidade é feita de minutos.
Autor Desconhecido

A Caixa de Pandora



"O mito grego sobre a criação da mulher, da humanidade
e de todos os males existentes no mundo."

Conta a história que o Titã Prometeu (aquele que vê antes) e seu irmão Epimeteu (aquele que vê tarde demais) criaram os animais e os homens.

Deram a cada animal um poder, como voar, caçar, coragem, garras, dentes afiados.

O homem, criado por Prometeu a partir da argila, ficou sem nada por ser o último a ser feito.

Prometeu deu um pouco de cada animal para o homem, mas faltava alguma coisa especial.

Ensinou ao homem a domesticar animais, fazer remédios, construir barcos, escrever, cantar, interpretar sonhos e buscar riquezas minerais.

Porém, certo dia, Prometeu roubou uma faísca do sol, e doou aos homens o fogo e as técnicas para acendê-lo e mantê-lo.

Zeus, O Deus do Olimpo, com ódio em seu coração resolveu castigar Prometeu e os homens. Estava furioso. Não queria que o segredo do fogo fosse revelado, este segredo deveria ser mantido somente entre os Deuses.

Prometeu foi acorrentado a uma montanha. Sua condenação foi passar a eternidade preso a uma rocha, aonde uma ave viria comer seu fígado durante o dia, e toda noite, seu fígado se regeneraria e a ave voltaria no dia seguinte para comer seu fígado novamente.

Aos homens, Zeus ordenou a Hefesto, Deus do fogo e das habilidades técnicas, que criasse uma mulher perfeita, e que a apresentasse à assembleia dos Deuses.

Atena, a Deusa da sabedoria e da guerra, vestiu esta mulher com uma roupa branquíssima e adornou-lhe a cabeça com uma guirlanda de flores, montada sobre uma coroa de ouro.

Hefesto a conduziu pessoalmente aos Deuses, e todos ficaram admirados. Cada um lhe deu um dom particular.

Atena lhe ensinou as artes que convém ao seu sexo; como a arte de tecer.

Afrodite lhe deu o encanto, que despertaria o desejo dos homens.

As Cárites, Deusas da beleza, e a Deusa da persuasão ornaram seu pescoço com colares de ouro.

Hermes, o mensageiro dos deuses, lhe concedeu a capacidade da fala, juntamente com a arte seduzir os corações através de discursos insinuantes.

Depois que todos os deuses lhe deram seus presentes, ela recebeu o nome Pandora, aquela que possui todos os dons.

Finalmente, Zeus lhe entregou uma caixa bem fechada, e ordenou que ela a levasse como presente a Prometeu, mas ele não quis receber nem Pandora e nem a caixa, e ainda recomendou a seu irmão, Epimeteu, que também não aceitasse nada que viesse de Zeus.

Mas Epimeteu ficou encantado com a beleza de Pandora e a tomou como esposa.

A caixa de Pandora foi então aberta, e de lá escaparam a Senilidade, a Insanidade, a Doença, a Inveja, a Paixão, o Vício, a Praga, a Fome e todos os outros males, que espalharam pelo mundo e tornaram miserável a existência dos homens na Terra desde então.

Epimeteu apressou-se em fechá-la, mas só restava lá dentro a Esperança, uma criaturinha alada que estava prestes a voar, mas que ficou aprisionada na caixa.
Para algumas interpretações, a esperança está guardada e isso é bom. A esperança, a única aprisionada na caixa de Pandora, significa a possibilidade dos homens, a partir da evolução pessoal, superar as necessidades de construção de um mundo melhor para si e para toda a humanidade.

Entretanto, seguindo a lógica do mito, pode-se ler a história de forma pessimista, pois a esperança está guardada dentro da caixa e a humanidade está sem esperança.

Essas duas leituras admitem que a esperança seja algo bom.

No entanto, diferente das anteriores, Friedrich Nietzsche diz:
“Zeus quis que os homens, por mais torturados que fossem pelos outros males, não rejeitassem a vida, mas continuassem a se deixar torturar. Para isso lhes deu a esperança: ela é na verdade o pior dos males, pois prolonga o suplício dos homens.”
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...