Acredite no Seu Próprio Pensamento



Acredite no seu próprio pensamento;
Crer que o que é certo para você, no teu coração,
O é também para todos os homens...
Isso é o gênio.

Expresse a sua convicção latente
E ela será o juízo universal;
Pois sempre o mais íntimo se converte no mais externo,
E o nosso primeiro pensamento
É-nos devolvido pelas trombetas do Juízo Final.

A voz da mente é familiar a cada um;
O maior mérito que atribuímos a Moisés, Platão e Milton
É o de terem reduzido a nada livros e tradições,
E dito o que pensavam eles próprios,
Não o que pensavam os homens.

Um homem deveria aprender a distinguir
 E contemplar esse raio de luz que brilha através da sua mente,
Vindo do interior,
Melhor do que o brilho do firmamento de bardos e sábios.

E, no entanto,
Expulsa o seu pensamento,
Sem lhe dar importância,
Apenas porque é o seu.

Em toda a obra de gênio,
Reconhecemos os nossos próprios pensamentos rejeitados;
São-nos devolvidos com uma certa majestade alienada.

As grandes obras de arte
Não nos oferecem lição mais impressionante do que essa.
Elas nos ensinam a aceitar,
Com bem humorada inflexibilidade,
 As nossas impressões espontâneas,
Especialmente,
Quando todo o clamor das vozes esteja do lado oposto.

Senão,
Um estranho dirá amanhã,
Com magistral bom senso,
Precisamente aquilo que pensamos e sentimos todo o tempo,
E seremos forçados a receber de outrem,
Envergonhados,
A nossa própria opinião.

Ralph Waldo Emerson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...