Curar o Intelecto


Deve analisar-se o modo de curar o intelecto e purificá-lo tanto quanto possível desde o começo, a fim de que se entenda tudo sem erro e da melhor maneira. Onde se poderá já deduzir que quero encaminhar todas as ciências para um só fim e propósito...
 
Chegar à suma perfeição humana, e assim, tudo o que nas ciências não nos leva ao nosso fim precisa ser rejeitado como inútil. Todas as nossas ações, assim como os pensamentos, hão de ser dirigidos para esse fim.

Mas visto que é necessário viver enquanto cuidamos de o conseguir e nos esforçamos por colocar o intelecto no caminho correto, somos obrigados, antes de tudo, a supor como boas, algumas regras de vida:

-  Falar ao alcance do povo e fazer tudo o que não traz nenhum impedimento para atingirmos o nosso objetivo. Com efeito, disso podemos tirar não pequeno proveito, contanto que nos adaptemos, na medida do possível, à sua capacidade; acresce que desse modo oferecerão ouvidos prontos para a verdade.

- Dos prazeres, somente gozar o suficiente para manter a saúde.

- Por último, procurar o dinheiro ou outra coisa qualquer, somente o suficiente para o sustento da vida e da saúde, imitando os costumes da sociedade que não se opõem a nosso fim.
Baruch Spinoza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...