Pai


Quando nasci,
Ele me acolheu com carinho e dedicação...
Cuidou de mim como se eu fosse a joia mais rara.

À medida que fui crescendo,
Ele me deu a mão e me ensinou a caminhar...
Me guiou e me ensinou...
Para que eu pudesse voar com minhas próprias asas.

Na minha adolescência,
Ele me mostrou que eu tinha o direito de escolha...
Mas tinha que arcar com suas consequências.
E que cada pedra no caminho, cada tropeço...
Só me fazia mais forte e mais sábia.

Os anos foram passando,
E Ele continuava ali, do meu lado.
Sempre me ajudando e me apoiando.
Meu amigo e conselheiro.

Hoje carrego comigo a saudade do tempo que juntos passamos...
E a vontade de dizer uma vez mais...
Pai! Como eu te amo!
Muito obrigada!
Cristina Corradi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...