Ao Encontro da Sombra




Entro no bosque e me aquieto.

Minha agitação se desvanece,
Como os círculos de uma pedra n'água.

Meus fardos estão onde os deixei,
Adormecidos como o gado no curral.

Aquilo que me teme surge então
E vive, por um instante, no meu olhar.

O que ele teme em mim me abandona
E o medo de mim o abandona.

Ele canta,
E eu ouço o seu cantar.

Aquilo que temo surge então,
E vivo, por um instante, em seu olhar.

O que temo nele me abandona
E o medo dele me abandona.

Ele canta,
E ouço o seu cantar. 
Wendell Berry

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...