Animais Marinhos - Golfinhos



Golfinhos são um dos poucos animais aquáticos, mamíferos como nós, os humanos.

São ágeis, velozes e acrobatas, às vezes, saltam até cinco metros acima da água, podem nadar a uma velocidade de até 40 km/h . Seu organismo é adaptado para o mergulho em apneia a grandes profundidades. Mergulham até 300 metros de profundidade e podem ficar até 8 minutos embaixo d’água. Mas estes animais dóceis passam a maior parte do tempo, mesmo, na superfície das águas, acompanhando os barcos, podendo permanecer por horas, em superfícies mais raras, onde o consumo de oxigênio é reduzido.

Existem 34 espécies conhecidas de golfinhos de água salgada. A espécie mais comum é a Delphinus delphis. Todas elas têm uma característica anatômica comum: a fusão das duas primeiras vértebras cervicais, que limita os movimentos da cabeça. Em algumas espécies, o rosto é em forma de bico. A família está subdividida em dois grupos: os pequenos delfinídeos que não ultrapassam os 4m de comprimento, dos quais o roaz-corvineiro ( Tursiops truncatus ) é o mais conhecido, e os grandes delfinídeos, ás vezes chamados impropriamente “Baleias”.

Sua alimentação consiste basicamente de peixes e lulas. Podem viver por 20 a 35 anos e dão à luz um filhote de cada vez, em média a cada 2 a 3 anos, sua gestação dura em média 10 a 11 meses. Nascem com pouco menos de 1 metro e são amamentados por pelo menos 14 meses.

Vivendo em grupos, são animais sociáveis, tanto entre eles, como com outros animais e humanos.

Tido como um dos animais mais inteligentes do planeta são motivo de muitos estudos.

São extremamente brincalhões, pois nenhum animal, exceto o homem, tem uma variedade tão grande de comportamentos que não estejam diretamente ligados às atividades biológicas básicas, como alimentação e reprodução. Possuem o extraordinário sentido de orientação através da emissão de ecos que utilizam para nadar por entre obstáculos ou para caçar suas presas.

Vivem nos oceanos e mares de todo o mundo, perto ou longe dos continentes.

Um Golfinho precisa estar consciente para respirar, pois ele não faz isso automaticamente, então ao dormir, eles revezam o estado de consciência, alternando os hemisférios cerebrais, isso significa que uma parte do cérebro do golfinho sempre vai estar acordada captando oxigênio da atmosfera, por isso eles sempre dormem perto da superfície dos oceanos. Se não subir para respirar, ele pode morrer afogado.


Seus maiores predadores são os tubarões e o bicho Homem e algumas espécies estão correndo o risco de extinção, pois enfrentam problemas como poluição ambiental, perda do habitat natural e redes de pesca. Pelo menos uma espécie, o golfinho-lacustre-chinês, também conhecido como baiji, pode ter desaparecido por completo nos últimos anos.

Golfinho-lacustre-chinês, também conhecido como Baiji
Mais Sobre Animais Marinhos
Tratado de Animais Selvagens - Zamir Sivino Cubas, Jean Carlos Ramos Silva, José Luiz Catão-Dias; Vol I e II


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...