Para Meus Amigos Não Solteiros



Amor não é se envolver com a "pessoa perfeita",
Aquela dos nossos sonhos.

Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real,
Exaltando suas qualidades,
Mas sabendo também de seus defeitos.

O amor só é lindo,
Quando encontramos alguém
Que nos transforme no melhor que podemos ser.
Martha Medeiros

Para Meus Amigos Solteiros



O amor é como uma borboleta.
Por mais que tente pegá-la,
Ela fugirá.

Mas quando menos esperar,
Ela está ali do seu lado.

O amor pode te fazer feliz,
Mas às vezes também pode te ferir.

Mas o amor será especial
Apenas quando você tiver o objetivo de se dar
Somente a um alguém que seja realmente valioso.
Por isso, aproveite o tempo livre para escolher.
Martha Medeiros

A Árvore


Um homem tinha quatro filhos. Ele queria que seus filhos aprendessem a não julgar as coisas de modo apressado, por isso, ele mandou cada um viajar para observar uma árvore que estava plantada em um local distante.

O primeiro filho foi lá no Inverno, o segundo na Primavera, o terceiro no Verão e o quarto e mais jovem, no Outono.

Quando todos eles retornaram, ele os reuniu e pediu que cada um descrevesse o que tinham visto.

O primeiro filho disse que a árvore era feia, torta e retorcida.

O segundo filho disse que ela era recoberta de botões verdes e cheia de promessas.

O terceiro filho discordou. Disse que ela estava coberta de flores, que tinham um cheiro tão doce e eram tão bonitas, que ele arriscaria dizer que eram a coisa mais graciosa que ele tinha visto.

O último filho discordou de todos eles; ele disse que a árvore estava carregada e arqueada, cheia de frutas, vida e promessas…

O homem, então, explicou a seus filhos que todos eles estavam certos, porque eles haviam visto apenas uma estação da vida da árvore…

Ele falou que não se pode julgar uma árvore, ou uma pessoa, por apenas uma estação, e que a essência de quem eles são e o prazer, a alegria e o amor que vêm daquela vida, podem apenas ser medidos ao final, quando todas as estações estiverem completas.

Se você desistir quando for Inverno, você perderá a promessa da Primavera, a beleza do Verão, a expectativa do Outono.

Não permita que a dor de uma estação destrua a alegria de todas as outras. Não julgue a vida apenas por uma estação difícil.

Autor desconhecido


Um Conto Sufi


Um Mestre Sufi contava sempre uma parábola no final de cada aula, mas os alunos nem sempre entendiam o seu significado.

- Mestre!
Perguntou um deles, certo dia. Você sempre nos conta uma parábola, mas nunca nos diz o que significa.

- Por favor, me desculpe.
Disse o Mestre.
- Deixe-me oferecer-lhe um pêssego para compensá-lo por minha falta.

- Obrigado, Mestre.
Disse o discípulo, comovido.

- Mais ainda, como prova do meu afeto, queria descascar o pêssego. Você me permite?

- Sim, muito obrigado.
Disse o discípulo.

- E, já que tenho uma faca na mão, não gostaria que eu cortasse o pêssego em pequenos pedaços, para que seja mais fácil comê-lo?

- Sim, mas não quero abusar da sua generosidade, Mestre.
 
- Não é nenhum abuso. Sou eu quem estou oferecendo. Quero apenas lhe agradar.
Você me permite que também mastigue o pêssego antes de lhe dar?

- Não, Mestre! Não gostaria que fizesses isso!
Respondeu o discípulo se sentindo ofendido.

O Mestre fez uma pausa e disse:
- Se eu explicasse o sentido de cada parábola, seria como lhe dar de comer a fruta mastigada.


O Rabino



Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egito. Seu objetivo era visitar um famoso rabino.

Lá chegando, o turista ficou surpreso ao ver que o rabino morava num quarto simples, cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma mesa e um banco.

- Onde estão os seus móveis?
 Perguntou o turista.

E o rabino, bem depressa, perguntou também:
- E onde estão os seus?

- Os meus?
Perguntou o turista.
- Mas eu estou aqui só de passagem!

- Eu também!
Disse o rabino.
- A vida na Terra é somente uma passagem.
No entanto, vivemos como se fôssemos ficar aqui eternamente.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...