A Bailarina




O sentido em que você vê a Bailarina girar, nada mais é do que um Teste de Lateralidade Cerebral. Se você vê a mulher girando no sentido horário, significa que trabalha mais o lado direito do cérebro. Se, no entanto, você a vê girar no sentido anti-horário, utiliza mais o lado esquerdo do cérebro.

Agora, formule mentalmente uma conta de matemática (que usam o lado racional do cérebro, o esquerdo), imediatamente ela muda o sentido de giro para anti-horário.
Experimente cantar, e a bailarina muda o sentido de seu giro para o sentido horário (cantando você usa o lado direito, subjetivo, artístico).

A explicação para tudo isso remonta de estudos e observações.

Em 1836, um médico do interior da França, Marc Dax, foi quem primeiro sugeriu que os hemisférios cerebrais teriam funções diferentes. Observando seus pacientes acometidos por derrame cerebral, notou que quando a lesão era no hemisfério esquerdo, o paciente ficava com o corpo paralisado do lado direito e sem a fala. Posteriormente esses fatos foram confirmados pelo famoso cientista francês Pierre Broca, que descobriu que o centro motor de comando da linguagem falada encontra-se apenas no hemisfério esquerdo (a chamada área de Broca). Uma lesão dessa área torna a pessoa total ou parcialmente afásica (perda da capacidade de falar), sem, entretanto, alterar outras funções relacionadas à linguagem. Mais tarde, descobriu-se que outras áreas relacionadas à percepção da fala, como a escrita e o canto, também são lateralizadas.

Desde o início do século XX, outros médicos e cientistas prosseguiram estudando o cérebro humano. Notaram que pacientes com derrame no hemisfério esquerdo perdiam a fala, mas conseguiam cantar. Outros que tiveram derrame no hemisfério direito perdiam a orientação espacial, ou compreender relações de distância e profundidade entre os objetos, assim como dificuldade para reconhecer rostos familiares e identificar pessoas num grupo.

Hoje já se sabe que o hemisfério esquerdo de nosso cérebro é responsável pela linguagem, o raciocínio lógico, determinados tipos de memória, cálculo, análise, e que o hemisfério direito não usa palavras, é intuitivo, usa a imaginação, o sentimento e a síntese.

O lado esquerdo do cérebro interpreta as frases ditas, sabe situar-se dentro do tempo e procura situações seguras, não se aventura a criar, inventar ou sonhar. É ele que dá nome às coisas, separa por categoria e funções, domina a fala, a leitura, a escrita e a aritmética.

O lado direito, percebe a intenção oculta de quem fala, é criativo e autêntico, utiliza o conhecimento de maneira livre, múltipla, holística e divergente. Ele reconhece as coisas como um todo e cada objeto ou estímulo é visto como se apresenta no instante presente. Tem aptidões geométricas e desenvolvimento do sentido de direção. É espacial, entende metáforas, percebe configurações e estruturas globais, tem facilidade para visualizar o que já foi visto e fixar na mente imagens reais ou criadas por ele.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...