O Tempo...

O tempo...
Quando perseguido como um bandido,
Se comporta como um bandido.

Está sempre uma fronteira ou uma sala na sua frente,
Mudando de nome e de cor de cabelo para enganar você,
Saindo pela porta dos fundos do hotel
No mesmo instante em que você chega ao lobby
Com seu mais recente mandado de busca,
Deixando apenas um cigarro aceso no cinzeiro como provocação.

Em determinado momento você precisa parar.
Você precisa reconhecer que não vai pegá-lo.
Que a idéia não é pegá-lo.

Em determinado momento você precisa relaxar,
Ficar sentado
E deixar o contentamento vir até você.
Elizabeth Gilbert

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...