A Criança que Habita em Mim


Por mais crescida
Por mais vivida
A criança que ainda habita em mim
Ao ver se aproximar uma tempestade
Ainda estremece
Ainda receia
Ainda pede colo
Ainda pede uma canção de ninar
Ainda pede um beijo de boa noite
Ainda pede para deixar a luz acessa.

Mesmo depois de passar por tantas tempestades
Ouvindo os raios que se aproximam
Essa criança chora
Mas ninguém consegue ver suas lágrimas.
Essa criança pede socorro
Mas ninguém consegue ouvir seu grito.

Me faço de forte
Não deixo ninguém perceber meu lamento,
Meu receio,
Minha vontade de voltar a ser criança
E pedir colo
Um ombro onde me apoiar
Uma canção de ninar
Um beijo de boa noite.

E deixo a luz acessa
E espero a tempestade passar.
Cristina Corradi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...