Tragédia em Mariana

O rompimento de duas barragens de rejeitos da Mineradora Samarco causou uma enxurrada de lama que inundou várias casas no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais, na tarde de quinta-feira, dia 05 de novembro de 2015.

Romperam-se as barragens de Fundão e Santarém, na unidade industrial de Germano, localizada entre os municípios de Mariana e Ouro Preto, a cerca de 100 km de Belo Horizonte.

O rompimento destruiu 158 das 180 casas de Bento Rodrigues, distrito de Mariana. Depois que a lama baixou, só 22 residências estavam de pé. Centenas de pessoas seguem desabrigadas.

Hoje, dia 13 de novembro de 2015, subiu para nove o número de mortos na Tragédia de Mariana. Seis corpos já foram identificados e mais 3 aguardam identificação.

Dezenove pessoas continuam desaparecidas. Segundo boletim oficial, desde dia 12 de novembro de 2015, houve um reforço no efetivo das equipes de busca, com mais 65 bombeiros, vindos de Belo Horizonte, Ouro Branco e Nova Lima. A capital também enviou guardas municipais.

Vítimas Identificadas

• Cláudio Fiuza, de 40 anos
• Emanuele Vitória Fernandes, de 5 anos
• Marcos Roberto Xavier, 32 anos
• Sileno Narkievicius Lima, de 47 anos
• Tiago Damasceno, 7 anos
• Valdemir Aparecido Leandro, 48 anos 
Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...