Como seria o mundo se cada um vivesse pelas suas habilidades?

Feche os olhos e tente imaginar isso por alguns instantes.

Como seria o mundo se não tivéssemos que nos encaixar em padrões?
Se não precisássemos abrir mão dos nossos sonhos para ter um emprego.
Se não tivéssemos que deixar de lado aquele nosso talento para fazer uma atividade burocrática que nos limita.

Somos 7 bilhões.
Pense como seria o mundo se tivéssemos 7 bilhões de pessoas expressando seus talentos e se doando para a criação de uma sociedade diferente.

Agora veja como nos organizamos.

Quantos músicos perdemos?
Talvez a mais bela canção de todos os tempos não foi escutada, porque morreu dentro do músico que teve que abrir mão do seu talento para trabalhar num escritório.

Quantas obras de arte deixamos de conhecer porque nossas escolas preferiram estimular nossos alunos a estudar para o vestibular?

Como seriam nossas cidades se os arquitetos pudessem criar sem se prender aos interesses financeiros das construtoras?

Como seriam as empresas se pudéssemos unir sempre pessoas diferentes e com habilidades diferentes, trabalhando por um mesmo propósito?

Como seria se deixássemos as pessoas que amam a natureza trazê-la de volta para as cidades?

Seria incrível, não?

Será que isso está tão distante assim?
O que podemos fazer para começar?
Podemos sentar e esperar o governo criar ações para isso.

Ou podemos começar hoje, nos unindo, enquanto pequenos mesmo.

Você pode começar hoje, se unindo a seu colega que te complementa.
Você pode começar hoje, estimulando seus filhos e seus familiares a serem quem eles realmente são.
Pode estimulá-los a usarem seus talentos.

É disso que precisamos.

Precisamos que cada um seja quem realmente é para mudarmos o mundo.

Eu acredito que é possível.
E você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...