Loucura e Crime

Loucura e crime não se excluem,
mas não se confundem num conceito indistinto;
implicam-se um ao outro no interior de uma consciência que será tratada, 
com a mesma nacionalidade, conforme as circunstâncias o determinem,
com a prisão ou com o hospital.(…)

Não há exclusão entre loucura e crime,
mas sim uma implicação que os une.
O indivíduo pode ser um pouco mais insano,
ou um pouco mais criminoso,
mas até o fim
a loucura mais extremada será assombrada pela maldade.(…)

No mundo do internamento,
a loucura não explica nem desculpa coisa alguma;
ela entra em cumplicidade com o mal a fim de multiplicá-lo,
torná-lo mais insistente e perigoso
e atribuir-lhe novas caras.
Michel Foucault

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...